Empresa suíça transforma restos de pessoas cremadas em diamantes

0
550

Algordanza, uma empresa suíça, adotou uma abordagem fascinante e inesperada para imortalizar os nossos entes queridos que já faleceram.

Eles comprimem e super-aquecem as cinzas cremadas do seu ente e transformam-nas em diamantes artificial que podem ser usados e apreciados.

Tudo começa com um processo químico que extrai o carbono das cinzas dos defuntos. Este carbono é então aquecido para ser convertido em grafite.

Essa grafite é por sua vez aquecida até um máximo de 1.482 graus celsius e sujeita a forças extremamente elevadas. A cor do diamante acabado, que pode variar do branco ao azul escuro, depende do teor de boro das cinzas do falecido.

Os preços são a partir de +/- 3500.00€ por um pequeno diamante sem qualquer serviço adicional.

memorial-diamond-cremation-ashes-algordanza-3

memorial-diamond-cremation-ashes-algordanza-7

memorial-diamond-cremation-ashes-algordanza-8

memorial-diamond-cremation-ashes-algordanza-2

memorial-diamond-cremation-ashes-algordanza-1

memorial-diamond-cremation-ashes-algordanza-6

Essas duas últimas fotos são de um homem que levou a sua falecida avó numa viagem através os EUA depois que os seus restos cremados foram transformados num anel de diamante…

memorial-diamond-cremation-ashes-algordanza-4

memorial-diamond-cremation-ashes-algordanza-5Mais informação: algordanza.com | Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA